Voltar
Como o nosso corpo influencia as nossas decisões

Como o nosso corpo influencia as nossas decisões

Você está sempre no controle, lúcido e perfeitamente racional?

Não importa se percebemos isso ou não, nosso cérebro nem sempre é uma máquina perfeitamente lógica. Na verdade, somos preocupantemente vulneráveis à fadiga mental e a preconceitos inconscientes.

Uma noite de sono ruim pode fazer com que o problema mais simples pareça um desafio vasto e intransponível. Nós somos muito mais influenciados pelo nosso corpo físico do que percebemos – sujeitos à fome, à exaustão e à luxúria.  Nosso cérebro, em especial, é muito ruim em entender por que temos certos tipos de pensamento. Ele não consegue perceber o papel que níveis de sono, açúcar, hormônios, cafeína, nicotina e outros fatores influenciam na formação das nossas ideias.

O cansaço é um dos agentes mais poderosos que perverte nosso julgamento de maneira silenciosa e invisível. Friedrich Nietzsche, o cético do século XIX, observou: “Quando estamos cansados, somos atacados por ideias que vencemos há muito tempo”, ainda que, crucialmente, seja extremamente raro e contraintuitivo julgar que realmente pode ser o cansaço que esteja afetando nossa visão, e não certos fatos objetivos do mundo. Temos mais propensão a concluir que desenvolvemos um profundo ressentimento contra a humanidade do que admitir que está na hora ir para a cama com urgência ou que precisamos nos alimentar melhor.

Um estudo da Universidade Ben Gurion de Israel, de 2018, que analisou as sentenças dos juízes no fim da manhã e e logo depois do almoço. Foram analisados 1.112 casos. A conclusão foi que, enquanto estavam alimentados, no começo de cada sessão, os juízes decidiam 65% das vezes a favor dos réus. Mas conforme o tempo Mas conforme o tempo passava, com a fome e o cansaço, as sentenças negativas começavam a dominar. Perto da hora do almoço e também no fim do dia, a chance de um resultado favorável em um julgamento era zero. O estudo credita as variações de julgamento ao consumo de glicose e carboidrato que fornecem grande quantidade de energia e estão ligados à melhora do humor.

Para sermos mais objetivos e e evitar que nosso julgamento seja prejudicado e enviesado, nós devemos tomar cuidado para perceber quando essas coisas afetam a nós e àqueles ao nosso redor.

Nossas mentes são ferramentas brilhantes, mas elas são – sempre e inevitavelmente – enviesadas, sujeitas a uma ampla variedade de erros sistemáticos. Para pensar mais claramente, tomar decisões melhores, ser mais autoconsciente e entender melhor os outros, nós precisamos ser capazes de enfrentar os tipos de vieses inconscientes que estamos encarando e nos adaptar.

Veja o nosso calendário completo aqui e mais informações sobre a aula Objetividade e o Viés Inconsciente aqui.

By The School of Life

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Os Benefícios da Comunicação Direta

Todos podemos – humildemente – imaginar como verdadeiros adultos idealmente se comunicariam. Eles entenderiam o próprio humor claramente, falariam com confiança, mas sem raiva, sempre esperariam o momento adequado de…

Saiba Mais