Quando é hora de ceder

banner principal mailchimp copiar 8

Às vezes, não conseguimos mudar de ideia, nem convencer outra pessoa. Em outros momentos, não conseguimos chegar a um acordo, não importa o quanto tentemos. Nesses momentos, é útil - tanto no dia a dia quanto em relações profissionais - considerar o que mais podemos fazer quando não conseguimos mudar de ideia nem convencer outra pessoa sobre a nossa opinião. 

Outra forma de lidar com um conflito que não podemos resolver totalmente é fazendo uma concessão – quando cada parte sacrifica algo do que deseja para chegar a uma solução. Caso contrário, às vezes, se uma das partes não está nem um pouco disposta a colaborar ou chegar a um meio termo, apenas um lado cederá.

 

Formas de chegar a um meio termo

Acreditamos que ceder não é fracassar. É uma demonstração de maturidade, humildade, perspectiva e resiliência. Por isso, separamos algumas dicas práticas sobre como chegar a um meio termo: 

 

Pense no que você realmente quer no longo prazo.

Normalmente, um conflito parece ser sobre uma questão em particular – de quem é a vez de limpar o banheiro ou no que o relatório anual deve focar, por exemplo –, mas, muitas vezes, há coisas mais importantes em jogo: manter a harmonia em casa, preservar o relacionamento com um cliente ou desenvolver nosso papel na companhia. Então, se você realmente quer um reconhecimento ainda maior por seu trabalho do que apenas ter razão quanto ao formato específico do relatório, pense em como conseguirá isso na sua discussão. 

 

Identifique os principais desejos e necessidades da outra parte

Quando se trata de resolver um conflito, precisamos achar um meio termo com o qual todas as pessoas envolvidas possam conviver. 

 

Saiba onde você está preparado para ceder

Será maravilhoso se você conseguir fazer uma concessão. Mas é importante saber até que ponto isso valerá a pena para você. Antes de tentar chegar a um meio termo com alguém, você deve saber o que espera conseguir com isso e também o que não está disposto a ceder. 

 

Evite binários

Evite raciocínios que te levem a olhar a situação pelo ângulo “ou isso ou aquilo” ou "ganho e perda". Em vez disso, considere perguntar “quais são as outras opções” e “que outras soluções te satisfarão?". Essa iniciativa, porém, não pode ser falsa ou manipuladora. Para funcionar, é preciso que você realmente queira encontrar uma solução que funcione para ambas as partes. 

 

Procure orientação externa

Mediadores profissionais frequentemente procuram fontes externas de ideias para ajudar a resolver problemas. Ter pessoas nas quais você confia ou que tenham experiência na situação que está enfrentando como um guia pode ser extremamente útil. Isso dará um tom de neutralidade e uma base sem viés para a avaliação da situação. 

 

Como esse passo a passo, aos poucos, sem perceber, você estará desenvolvendo a diplomacia de maneira natural. Praticar a arte de navegar por questões difíceis e delicadas sem causar incômodos desnecessários é muito do que precisamos nesse mundo cada vez mais polarizado.

 

Texto: The School of Life

Veja nosso calendário completo e a próxima turma do workshop de Diplomacia aqui .

Recent entries