Dando Voz aos Nossos Sentimentos

imagem principal recorte mailchimp

O último ano foi difícil para todos nós. Momentos difíceis geram emoções difíceis – ansiedade, frustração, tédio, melancolia, incertezas e muitas outras. 

Ao lidar com esses sentimentos, enfrentamos o problema da articulação. Para processar totalmente nossas emoções, precisamos, primeiro, conseguir reconhecer, nomear, descrever e dar voz a elas – uma habilidade que chamamos de “educação emocional”. Infelizmente, o sistema de ensino tradicional muitas vezes não a ensina o suficiente.  

Todos nós, jovens ou não tanto, precisamos de ajuda regular para encontrar palavras para nossos sentimentos difíceis. 

Dominar as emoções é uma habilidade muito útil. Com isso, você ficará mais calmo, sábio e realizado.   

Na The School of Life, desenvolvemos diversas ferramentas para ajudar pessoas de todas as idades a desenvolverem sua educação emocional e dar voz a seus sentimentos mais profundos. 

Aqui temos alguns exemplos de Educação Emocional:

 

Raiva – Ela vem quando as coisas dão errado, quando nossos planos por água abaixo vão. 

Para deixá-la ir embora, lembre-se disto 

Nem sempre a vida dará certo. Queremos que algumas coisas aconteçam, mas não acontecerão. Queremos que outras não aconteçam, mas acontecerão. 

É triste, sabemos, e esse é exatamente o ponto. 

Na verdade, é por isso que sentimos raiva. 

Raiva é tristeza disfarçada. 

Da próxima vez que a raiva surgir, aceite isso e siga em frente. 

 

Tranquilidade – Também é chamada de Serenidade 

Aqueles momentos em que nossas mentes limpam e todas as nossas preocupações vão embora. 

Momentos assim não acontecem toda hora. 

Alguns ambientes podem nos deixar calmos. 

Um campo com névoa ao amanhecer 

Um jardim nevado, tarde da noite; 

Um lugar diante da lareira para nos aquecer. 

Para ser mais tranquilo, foque no aqui e agora agradável: 

O cheiro da grama; o som dos pássaros; 

 

Incerteza – precisamos fazer uma escolha e, mesmo assim, não conseguimos decidir. 

Tomamos decisões com base no que achamos ou imaginamos que está por vir 

Esperando que os eventos aconteçam seguindo esse padrão. 

 

No entanto, o futuro próximo é um lugar incerto 

Ele tem um formato que não podemos controlar. 

É tão cheio de possibilidades que não podemos prever todas. 

Em vez de buscar a certeza, deveríamos fazer as pazes com a dúvida, 

e confiar que faremos o melhor possível com o que vier. 

 

Acesse o nosso calendário e veja as nossas aulas de Calma e Autoconhecimento.

 

Texto da The School of Life

Recent entries