A Arte de Priorizar e Dizer Não

banner blog 03.31 foco

Como manter o foco? Às vezes, essa é uma missão um tanto difícil, especialmente quando não sabemos priorizar. Hoje, ainda precisamos lidar com as distrações do home office, dar conta das diferentes tarefas que temos ao longo do dia e ajustar as nossas vidas fragmentadas. Entretanto, algumas dicas práticas podem nos ajudar a ter períodos produtivos de foco e eficiência. 

Para sermos eficazes, precisamos escolher. Temos de priorizar uma demanda em relação a outra. Isso significa dizer “não” a algo ou alguém que parece ter algum domínio sobre nós, porém de uma forma não tão grande ou urgente quanto algo que mereça a nossa atenção e o nosso esforço em determinado momento. 

O aumento da nossa eficácia depende da nossa capacidade de priorizar. É preciso, também, saber definir metas gerenciáveis e aprender a programar nosso tempo. É importante entender que um dos aspectos mais importantes da eficácia é escolher as coisas certas a fazer, em vez de simplesmente fazê-las rapidamente. 

 

A tática de produtividade de Eisenhower

Para aumentar a nossa eficácia, podemos nos guiar pelo princípio de Urgente/Importante do ex-presidente dos Estados Unidos Dwight Eisenhower. Pelo raciocínio dele, existem basicamente quatro tipos de demandas: 

 

Importante e Urgente 

Existem dois tipos distintos de atividades urgentes e importantes: aquelas que você não poderia ter previsto e outras que você deixou paradas até o último minuto. Planejar ou usar seu tempo reservado pode ajudar nisso. 

 

Importante, mas não Urgente 

São as atividades que ajudam você a alcançar seus objetivos pessoais e profissionais e a concluir um trabalho importante. Certifique-se de ter bastante tempo para fazer essas coisas no tempo adequado, para que elas não se tornem urgentes. 

 

Não Importante, mas Urgente 

Tarefas urgentes, mas não importantes, são aquelas que impedem que você atinja seus objetivos. Pergunte-se se elas podem ser reagendadas ou delegadas. 

 

Não Importante e não Urgente 

Essas atividades são apenas uma distração. Evite-as, se for possível. 

 

Fazer essa seleção pode ser uma tarefa muito difícil, especialmente se precisarmos dizer não. No entanto, dizer não a situações e pessoas das quais gostamos ou renegociar com elas, é uma das habilidades mais importantes que podemos aplicar no dia a dia para mantermos o foco. Devemos praticar como fazer isso com calma e gentileza, sem culpa. 

Podemos ser agradáveis sem ser bajuladores e dizer “não” a coisas que não são essenciais... Fazer isso nos permitirá focar no que realmente é essencial e mais importante para nós. 

 

"As pessoas pensam que foco significa dizer sim para as coisas em que você precisa concentrar-se. Mas isso não é, em absoluto, o que significa foco. Foco é dizer não para as centenas de outras boas ideias que estão por aí. É preciso escolher com cuidado." - Steve Jobs

 

Texto: The School of Life

Veja a próxima turma do workshop Como Manter o Foco e nosso calendário completo aqui.

Recent entries