Voltar
Pare de se preocupar com sua reputação

Pare de se preocupar com sua reputação

É natural que a maioria de nós passe um tempo se preocupando com sua reputação: o que os outros pensam de nós, se somos considerados bons ou ruins pela comunidade. 

Este pode rapidamente se tornar um tópico doloroso e nossos pensamentos podem virar fogueiras de preocupação. E se formos acusados de algo? E se formos excluídos e zombados? E se nos tornarmos párias? 

Um jeito útil de sair do pânico foi sugerido há muito tempo pelos pensadores estoicos da Grécia e da Roma antigas. Eles sugeriram que dividíssemos o tópico da reputação em dois. 

Por um lado, quem somos e o que pensamos de nós mesmos. 

Por outro lado: o que as outras pessoas podem decidir declarar ou dizer sobre nós.

Os estoicos nos lembraram de um detalhe importante: nunca podemos ter certeza da segunda parte da equação – não podemos controlar o mundo além de um certo ponto. Sempre há a possibilidade de alguém vingativo, maldoso ou perturbado dizer algo sobre nós e tentar nos prejudicar. Nunca podemos estar completamente seguros de que não farão isso. 

 

Essa pode parecer uma notícia alarmante, mas os estoicos queriam que adotássemos isso com coragem e nos fortalecêssemos ao focar na primeira parte da equação: o que pensamos de nós mesmos. 

Aqui, as coisas são muito, muito melhores, porque estamos bem mais no controle. Sabemos quem somos, mas alguns de nós andam pelo mundo com uma sensação aguda de vergonha e autodesconfiança de que absolutamente não merecemos e projetamos muita paranoia e medo nos outros – principalmente porque fomos tratados com desdém em nossos primeiros anos. 

Começaremos a nos sentir muito mais firmes e imunes aos altos e baixos da fofoca quando nos conscientizarmos do quanto tivemos um viés negativo e aceitarmos em nossa mente nosso valor – independentemente do que figuras do passado disseram ou do que alguém próximo pode repentinamente decidir. 

O caminho para a imunidade contra a preocupação está em um tratamento mais firme e justo de nosso próprio valor. 

By The School of Life

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Como Controlar Seu Crítico Interno

Não é algo que nos sentimos sempre capazes de discutir livremente, mas muitos de nós somos assombrados por uma voz interna crítica e profundamente negativa – e uma sensação de…

Saiba Mais