Voltar
Como Está o seu Nível de Ansiedade?

Como Está o seu Nível de Ansiedade?

Nos sentimos na nossa melhor forma quando conseguimos não entrar em pânico diante de uma pessoa ou situação desafiadora. Talvez seja por isso que a maioria das pessoas passa tanto tempo em busca de alternativas para desenvolver a própria calma. No íntimo, elas reconhecem que perdemos tempos preciosos da nossa vida para a agitação, a preocupação, o stress e o desacordo.

A boa notícia é que um estado mental calmo não é um dom divino. Ele pode ser conquistado por qualquer pessoa que se proponha a praticá-lo. Mesmo aqueles que têm uma natureza mais agitada – com prática, boas ideias e alguns alinhamentos de pensamentos e ações -, podem pouco a pouco começar a experimentar momentos de mais tranquilidade, de forma sistemática, ao dar alguns passos práticos para realmente ficarem calmos. 

Como Ter Mais Calma

O primeiro passo é entender que nunca devemos buscar a eliminação total da ansiedade. É mais útil adotar uma perspectiva mais real: a ansiedade não é um sinal de que nossas vidas deram errado, mas sim de que estamos vivos. 

Ainda assim, todos podemos melhorar um pouco nossas capacidades para a calma diante de frustrações e perdas inevitáveis. Para isso, deveríamos entender, de uma maneira bastante gentil, que manter a calma é um projeto delicado de constante aprendizado e prática, que exige – por que não – que busquemos um curso de aperfeiçoamento. 

O segundo passo é acreditar que mesmo que nossa vida esteja difícil atualmente, ela quase sempre permanece aberta para ser mudada e melhorada. Mas, claro, desde que nos cerquemos de rituais calmantes e os coloquemos em prática dia e noite. 

Os benefícios da calma 

Com estas práticas, conseguiremos nos aceitar mais rapidamente, acalmar nossas preocupações sobre as incertezas do futuro, diminuir nossa raiva de quem nos nega nossos desejos e nos preparar para saudar a vida com um pouco mais de humor, bondade e gratidão. 

A noção de prática é bem entendida em muitas áreas – andar de bicicleta ou aprender um novo idioma, por exemplo – e devemos entender que isso se aplica igualmente bem à área da tranquilidade. É possível desenvolver a calma. 

Ninguém é intuitivamente bom nisso. Todos precisamos fazer a lição de casa, pois a calma é uma habilidade, não uma emoção. E devemos a nós mesmos e a quem amamos melhorar nossa capacidade de manter a compostura. 

Texto: The School of Life

Veja nosso calendário completo aqui .

By The School of Life

Compartilhe este conteúdo

Conteúdos Relacionados

Como Controlar Seu Crítico Interno

Não é algo que nos sentimos sempre capazes de discutir livremente, mas muitos de nós somos assombrados por uma voz interna crítica e profundamente negativa – e uma sensação de…

Saiba Mais

Veneração ao Sol

Imagine um dia ensolarado, em que muitas pessoas, ao saírem de casa, perceberão um brilho diferente na luz, uma suavidade no ar, que pode gerar uma onda de esperança e…

Saiba Mais