The School of Life para sua empresa

Oferecemos aulas e workshops para empresas, ajudando seus parceiros e clientes a terem vidas mais plenas e desenvolverem inteligência emocional.

Entre em contato

Comunicação

Nós vivemos em uma época que prestigia mais a ideia de genialidade individual do que a de colaboração. O ideal Romântico de um criador isolado, trabalhando sozinho em algo único e poderoso, é muito atraente – mas ignora a verdade das nossas vidas profissionais: não importa que carreira você tenha, hoje em dia o trabalho é tão compartimentalizado e interconectado que nós precisamos trabalhar com os outros para realizar qualquer coisa. É por isso que é tão importante desenvolvermos nossas habilidades comunicativas – se nós não conseguirmos comunicar o que precisamos ou queremos dos outros, será sempre difícil trabalharmos juntos. Quanto mais fortes são as habilidades de comunicação de uma equipe, melhor é o resultado: estudos constataram que comunicadores altamente eficazes têm 32% mais chance de atingir as metas de um grande projeto. Isso faz com que seja crucial aprendermos a transmitir mensagens complicadas, mas importantes, no tempo certo, com clareza, respeito e paciência.

Neste workshop de duas horas, vamos:

-    Considerar o obstáculo das pressuposições e a dificuldade de saber se estamos ou não nos comunicando efetivamente

-    Praticar ‘ensinar’ os outros efetivamente, superando barreiras emocionais e resistência a novas informações

-    Praticar ‘aprender’ efetivamente, analisando o que os outros estão realmente tentando transmitir

-    Praticar ‘comunicar’, buscando feedback dos nossos maneirismos, tom e a impressão geral que nós damos quando falamos

 

Definição

Comunicação é a habilidade de trocar informações de maneira eficaz e garantir que essas informações sejam entendidas corretamente por todas as partes envolvidas, inclusive por si mesmo.

 

O que caracteriza o domínio dessa habilidade?

Bons comunicadores verificam regularmente se a outra pessoa os entendeu. Eles sabem que podem supor coisas que a outra pessoa não supõe, e vice-versa. Eles tentam ser assertivos. Em escritórios com boa comunicação entre as pessoas, elas são diretas sobre os problemas sem usar um tom agressivo. Bons comunicadores praticam a escuta ativa, fazendo perguntas tranquilizadoras, buscando contato visual, usando comunicação não-verbal, esperando que o colega termine de falar. Ao final de uma reunião, eles podem resumir brevemente o que foi tratado em suas próprias palavras apenas para se certificar de que entenderam corretamente. A escolha de palavras que fazem é consciente, educada e sem julgamento.

 

O que caracteriza a falta dessa habilidade?

Pessoas com falta de habilidades de comunicação geralmente acabam envolvidos em mal-entendidos ou conflitos que poderiam ser facilmente evitados. Durante as conversas, talvez não consigam dividir a atenção igualmente e tenham dificuldade para encontrar o equilíbrio entre falar e escutar. Muito rapidamente, elas supõem ter entendido o ponto de vista do colega ou gestor e, portanto, tendem a interromper os outros enquanto eles ainda estão falando. Como tendem a supor que sua comunicação funciona perfeitamente bem, geralmente esquecem de fazer perguntas tranquilizadoras. Elas também podem achar difícil distinguir entre diferentes níveis de comunicação (por exemplo, emoção x informação). Discussões explícitas sobre estilos de comunicação podem ocorrer muito raramente com pessoas sem essa habilidade.

 

Depoimentos

“Foi um lembrete para escutar, reconhecer e valorizar os outros”

“Eu aprendi a pensar na importância do timing e da vulnerabilidade”

“Eu me surpreendi com quanta diferença faz nos sintonizarmos completamente e termos empatia”

‘Língua é vinho sobre os lábios.’

— Virginia Woolf