Gratidão e Motivação

mailchimp gratidao motivacao4

Em algumas empresas e escritórios em todo o mundo, há uma crise de motivação. Você sabe como é isso: em uma sessão de brainstorming, uma pessoa importante da equipe não presta atenção. Ela dá uma sugestão quase improvisada, que pode até ser muito interessante, mas não segue em frente e a empurra para o fim da fila. Em outro departamento, há um funcionário que parece ficar doente com frequência; está em seu direito e sempre existe um motivo médico válido, mas o gerente sabe que, na verdade, um colaborador mais dedicado viria mesmo assim. Em toda a organização, há uma cultura de viver pelo fim de semana. Parece que todos estão um pouco ansiosos para sair – se conseguirem uma oferta melhor. As pessoas entram muito no LinkedIn. Um cara ótimo foi para uma companhia rival no mês passado. 

Há diversas razões para profissionais perderem a motivação, mas uma essencial, uma das mais importantes, é a questão de que não se sentem valorizados. A gratidão pode soar como algo pequeno, um leve acréscimo sem um papel importante a desempenhar no destino das empresas, mas sua ausência em doses suficientes entre camadas de gerentes e gerenciados pode ser responsável por quedas extremas na produtividade.

Quando as pessoas não se sentem valorizadas, param de fazer seus melhores esforços. Não tentam pensar em uma solução um pouco melhor ou um acordo mais vantajoso. Em festas, elas se vingam: gostam de espalhar fofocas ruins sobre a companhia. Essas coisas têm um preço – e alto.

Por outro lado, há ganhos enormes de produtividade quando as pessoas sentem que seu trabalho e sua contribuição realmente são reconhecidos.

Essencialmente, a gratidão é tremendamente importante, mas não conta com muito prestígio no momento. As pessoas dizem: “Não tenho tempo de escrever o relatório ou ir à reunião”. Elas nunca dizem: “Não tenho tempo de sentar e conversar com os colegas ou fazê-los se sentir valorizados”, porque temos uma imagem de como um relatório e uma reunião contribuem para o desempenho econômico geral de uma empresa, mas ainda não reconhecemos adequadamente o papel que a gratidão pode ter em seu sucesso. Não a vemos como a chave que destrava a motivação e o ótimo desempenho. Acertar na gratidão merece ser algo reconhecido como uma das grandes artes da gestão, algo que pode até fazer as pessoas nadarem no mar gelado por você.

 

Texto do The Book of Life

Tradução Ligia Fonseca 

Recent entries