Evolução em vez de Revolução

Quando pensamos em fazer uma mudança na carreira, podemos facilmente ficar desanimados pela dimensão da mudança diante de nós. Imaginamos a mudança em termos dramáticos e vulcânicos. Sentimos como se estivéssemos vendo uma revolução em nossas vidas. Tudo terá de ser diferente. E isso muitas vezes será uma perspectiva muito assustadora e indesejada.


Precisamos reconhecer que a imagem que fazemos do que pode ser uma mudança e como ela talvez ocorra pode se tornar um fator problemático e intimidante. Podemos ficar com o que é conhecido ou tomar o rumo oposto e súbita e dramaticamente mergulhar em uma revisão maciça, pedindo demissão de um emprego e partindo em uma jornada para outro continente. Buscamos por coisas que não conhecemos. Olhamos para os extremos. Isso porque somos guiados pela noção natural (mas equivocada) de que, se vai haver alguma mudança, ela precisará parecer dramática.

mailchimp evolucao2

Uma abordagem mais útil é pensar em termos de passos menores e alterações graduais: ou seja, em termos de evolução em vez de revolução.

Portanto, não é surpreendente que nos seja difícil adotar uma abordagem evolutiva em nossas próprias vidas. Não temos treinamento suficiente para ver a relação entre pequenos passos e grandes alterações gerais. Porém, para encontrarmos um trabalho que sejamos capazes de amar, seria sensato experimentar alguns primeiros movimentos modestos. Pode começar com uma única aula noturna por semana ou passando três dias durante as férias explorando uma opção ou fazendo um treinamento de reciclagem em meio período em um processo que pode durar dois anos. Uma mudança enorme pode ser desencadeada por algo pouco dramático como se oferecer para assumir uma nova responsabilidade no emprego atual. Movimentos menores podem fortalecer nossa coragem nos dando uma percepção de talento em uma área em que ainda temos muito pouca experiência. Eles rompem com a infrutífera porém predominante sensação de que deveríamos ou continuar como estamos ou mudar tudo. Estranhamente, existe uma terceira opção muito com muito menos glamour e mais menosprezada que devemos explorar: o cuidadoso passo evolutivo.

 

Texto do The Book of Life

Tradução de Cassia Zanon

Para saber mais sobre as nossas aulas relacionadas a carreira / trabalho, veja o nosso calendário

Recent entries