Conhecimento, Sabedoria e Resiliência

mailchimp resiliencia e autoconhecimento 2

Acreditamos que o aprendizado pode resultar em conhecimento ou sabedoria. O conhecimento está relacionado às informações: fatos; números; datas; e teorias. Já a sabedoria é uma síntese de dados e experiências que nos ajudam a entender o sentido e o propósito da existência. Se o conhecimento responde a perguntas como “Quando aconteceu a batalha de Hastings?” ou “Como se faz suflê de queijo?”, a sabedoria aborda questionamentos como “Qual é o sentido da vida?” e “Do que exatamente preciso para ser feliz?” 

A principal diferença entre conhecimento e sabedoria se resume ao tempo. Podemos levar uma semana para nos tornarmos conhecedores de determinado assunto, mas uma vida inteira para adquirirmos sabedoria com relação a ele. Ainda assim, embora nos esqueçamos com frequência do conhecimento que aprendemos, nunca esquecemos o que ganhamos por meio da sabedoria. Enquanto o conhecimento é específico – relevante apenas dentro de um contexto ou disciplina em particular –, a sabedoria é atemporal. O entendimento que ela dá sempre foi e sempre será relevante, porque nos oferece o segredo de como viver. 

Os sábios têm uma noção firme de sobrevivência. Eles sabem o quanto as coisas podem dar errado e ainda serem – basicamente – "vivíveis". A pessoa não sábia define que os limites de seu contentamento estão longe demais, e eles dependem de fama, poder, relações pessoais, popularidade e saúde. Quem é sábio vê as vantagens de tudo isso, mas também reconhece que, dali a pouco tempo, em um momento à escolha do destino, poderá ter de estreitar os limites e encontrar o contentamento dentro de um espaço mais limitado.

A história e os estoicos nos incentivam a acessar algo de que precisamos agora mais do que nunca: o lado menos apavorados e mais resilientes de nós mesmos. Já existiram eventos muitos piores e, no final, tudo ficou bem.

 

Texto The School of Life 

Recent entries